Especial Red Velvet – Parte 1: o bolo queridinho dos americanos que tem ganhado o coração dos brasileiros!

redvelvetcondimento_blogdaconfeiteira
Bolo delicioso da Condimento

O bolo red velvet (veludo vermelho) é um dos meus bolos favoritos e vem ganhando espaço nas confeitarias de todo o Brasil. Sua cor exuberante e seu recheio delicioso nos levam para as nuvens… mas cuidado ao voar! Nem todo bolo vermelho com corante é um red velvet. Aqui vamos falar só de bolos bem feitos e inspirados no tradicional, pois ninguém merece sair #chateado da confeitaria, né?

 

História

O bolo veludo vermelho é muito popular nos Estados Unidos e sua primeira versão foi criada no final do século 18! Versões mais populares e com o uso de corante apareceram perto de 1940. Existem argumentos que dão o crédito de sua criação para os canadenses, mas as origens de receitas são sempre muito disputadas.

O nome red velvet foi dado devido à cor e textura do bolo. O tom avermelhado pode ser obtido por meio da reação obtida entre os ingredientes ou pela adição de substâncias que colorem (naturais ou não). A beterraba teve um papel importante na produção do red velvet durante a Segunda Guerra Mundial quando, além de tornar a receita mais viva e doce, também a fazia mais nutritiva.

O bolo normalmente é montado com diversas camadas, e a cobertura é igual ao recheio (alguns nem cobertura possuem). Com o estouro da boiada dos red velvets no Brasil, todo doce vermelho quer se sentir um veludo real, mas só é mesmo quem possui, pelo menos, algumas das características tradicionais.

Dicas

  • O bolo red velvet pode ser vermelho ou marrom-avermelhado, mas, antes de se preocupar com a cor, preste atenção nos ingredientes da sua receita. Você pode colorir a massa por meio de reações químicas, com a água extraída da beterraba, com frutas vermelhas ou com corante. No caso de usar somente o corante, tome muito cuidado com o tipo (dê preferência ao gel), marca e quantidade que usará.
  • Um dos ingredientes muito utilizados na receita do bolo é o buttermilk (leite de manteiga). Você pode comprar pronto (já adianto que é difícil de achar) ou fazer um com leite e limão/vinagre.
  • Para o recheio, eu gosto de me manter no creme de cream cheese, mas as variações são diversas: buttercream (creme de manteiga), brigadeiro branco, creme de mascarpone, creme de nata e até creme de limão (isso, como na torta rs).
  • Para finalizar, você pode ser minimalista ou ousar com decorações utilizando bicos de confeiteiro ou frutas vermelhas.
  • Cuidado com a assadeira e a forma de untar! É preciso ter alguns cuidados antes de colocar a massa para que ela não fique com a coloração muito diferente entre a borda e seu interior. Uma boa maneira é forrar a assadeira untada com papel manteiga e untar  novamente depois!

 

Na próxima parte vou passar várias receitas irresistíveis desse bolo lindo!

Beijo, beijo!

2 comentários em “Especial Red Velvet – Parte 1: o bolo queridinho dos americanos que tem ganhado o coração dos brasileiros!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog da Confeiteira

Gabi Ribeiro tem 32 anos, mora em São Paulo e é cineasta por formação, mas Confeiteira por paixão. A ideia do blog surgiu para que ela pudesse compartilhar dicas e sempre trazer novidades fresquinhas para todos os apaixonados por doces.

Load More