Quais são os melhores chocolates de Gramado? | RS

omelhorchocolatedegramado

Eu nunca fui tão ligada aos chocolates como eu era em sobremesas, mas isso ultimamente tem mudado: ando ligada nos dois! Estudei sobre o chocolate, e isso despertou um pouquinho mais meus sentidos em direção a ele.

Meu irmão casou e mudou para o Rio Grande do Sul. Durante o final de semana do casamento, em Novo Hamburgo (cidade perto de Porto Alegre), eu e minha família passamos por Gramado para conhecer a cidade. Mas, ficar tão pouco, estava longe de ser uma visita ideal, então me programei para voltar após alguns meses e fazer uma matéria para o Blog.

Decidi focar minha matéria nos famosos chocolates de Gramado. Entrei em contato com as empresas que mais apareceram na minha busca pela internet (também pedi boas indicações para pessoas que conhecem bem a região). A maioria das empresas não retornou meu contato. Acho que muitos e-mails vão para o atendimento geral e acabam sendo perdidos. Independente disso, e com minha viagem já marcada, eu fui em busca dos três melhores chocolates gramadenses.

Eu e meu marido nos programamos para ficar uma semana com meu irmão e minha cunhada. Nesse período, resolvemos ficar três dias em Gramado. O clima estava gostoso, nem frio e nem quente. Ideal para comer chocolate como se não houvesse amanhã! Só que não! Nós dois combinamos de levar todos os chocolates para casa e, aí sim, fazer um teste cego do jeito correto.

Quem me segue no SNAPCHAT (aconfeiteira) ficou sabendo um pouco da minha rotina naquela cidade fofíssima. Só costumo postar no meu Snap quando faço (como ou visito) algo fora da minha rotina. Em viagens, é tudo novidade, então postei o dia inteiro!

O Hotel que ficamos chama-se Cercano, e a estadia foi agradável. Os dois restaurantes que mais nos encantaram foi a pizzaria temática Cara de Mau e o restaurante suíço Belle du Valais, onde comemos um inesquecível fondue.

Ao todo, visitamos dez empresas de chocolates. Vou detalhar toda a nossa experiência com cada uma das dez empresas. Meu intuito aqui não é exaltar e nem denegrir a imagem de nenhuma delas e, sim, relatar a verdade. Acredito que a minha postagem possa ajudar as pessoas que pretendem viajar para Gramado e, assim como eu, estão procurando os melhores locais de chocolate para visitar.

Listei as empresas pelos seus nomes principais para não te confundir. No final das minhas experiências, eu te conto quem levou a melhor no nosso teste cego!

Canto Doce

A frente da loja parece um cenário de teatro! Deve encantar as crianças e talvez valha à pena a visita, nem que seja só por isso. Por dentro, uma loja normal. A vendedora foi simpática. Compramos as barrinhas para o teste e prosseguimos para visitar os demais locais.

Caracol

A Caracol está presente em todos os lugares que a gente andava por Gramado.

Nosso primeiro contato com a marca foi no Reino dos Chocolates, um parque temático que conta a história do chocolate no mundo. O parque é interessante, vale à pena conferir, principalmente com as crianças. Eu sou super encantável, isso é, me pareço com uma criança em determinados passeios, então gostei bastante. Nada no passeio é de graça, você paga para entrar, você paga se quiser personalizar chocolates e comer e você paga o café no final. Até aí normal, certo? Na minha opinião, sim, já que é uma cidade que vive do turismo.

Fomos bem atendidos por todos no Reino dos Chocolates e tomamos um maravilhoso chocolate quente na temática cafeteria do final do passeio (foto abaixo).

omundomagicodochocolate

Como fomos fora de temporada, só dava nós dois na cidade, o que achei excelente! Pudemos desfrutar de tudo em clima de romance, com um bom atendimento e sem fila.

Na saída da cafeteria, compramos alguns chocolates para nosso teste cego e um presente para algumas pessoas queridas (aliás, compramos presentes na maioria dos lugares de chocolate sem pensar que não estávamos perto de casa rs).

Quando visitamos um outlet em Novo Hamburgo, avistamos uma Caracol e corremos para tomar o delicioso chocolate quente. Foi bem decepcionante! Nem o alfajor e nem, muito menos, o chocolate quente estavam no mesmo padrão que esperávamos. Conversamos com a responsável pela loja e dissemos que aquele realmente não lembrava, em nada, o chocolate quente que tomamos no Reino dos Chocolates da Caracol. Ela se desculpou, pagamos e fomos embora #chatiados.

No aeroporto, avistamos outra Caracol e pedimos novamente o chocolate quente desejado para fazer o teste. Ele também não estava igual ao de Gramado (mas estava bem mais gostoso do que do outlet)! Uma pena!

Chocoflores

A visita foi rápida. Atendimento educado (como a maioria dos locais no Rio Grande do Sul) e, por dentro, nada muito chamativo. O entorno da loja também não tinha essa pegada lúdica como a do Canto Doce, o que não desmerece a empresa em nada.

Chocolataria Gramado

Um charmoso lustre na entrada da loja encanta quem chega no local. O atendimento foi ótimo e nos ofereceram pedaços de chocolate para degustar (eu não degustei nada para não ter problemas no teste cego). Lá tinha uma mini fábrica, e aproveitei para postar alguns snaps.

Do Parke

Com um visual mais moderno e um atendimento ruim, minha visita na Do Parke está bem longe de ser memorável. A vendedora, além de não saber o preço dos produtos, estava bem desanimada. A loja é bonita, os produtos também, mas não me agrada em nada ser atendida dessa forma.

Florybal

O primeiro passeio que fizemos quando chegamos em Gramado foi ir ao Parque Terra Mágica Florybal. O parque é enorme, mas é só para as crianças mesmo! Nem eu que sou assim, apaixonada por parques de diversão, gostei do passeio. As atrações mais legais são pagas à parte e muitos setores do parque estão abandonados e sujos.

Pausa

Quando alguém falar que você ganhará uma degustação de chocolate quando comprar um ingresso de algum passeio em Gramado, acredite no que a pessoa diz! Você ganha uma degustação mesmo, do tamanho do seu dedo mindinho. Então não caia nessa! Compre seu chocolate inteiro sem esperar essa bendita degustação que desaponta a todos nós.

Voltando para o Florybal que, com certeza, é a empresa que mais investe no lúdico na cidade, é preciso ressaltar que o atendimento nas lojas é ótimo. Além de bons vendedores, eles são atenciosos e educados.

Gramadense

Eu e o Gabriel visitamos a unidade da rua principal de Gramado. A loja é bonita por dento e por fora e possui algumas cadeiras bem lindas na parte da cafeteria. A vendedora foi super atenciosa, e babei na fonte de chocolate da entrada (sei que não é comestível, mas sempre me iludi!). O ponto baixo ficou por conta do sorvete de doce de leite que provamos, que estava muito sem graça.

Lugano

Foi o único chocolate de gramado que experimentei em São Paulo. É bem famoso, assim como o Caracol. Sua loja, na rua principal da cidade, é linda, e os vendedores são super prestativos. Fizemos um passeio que conta com diversas esculturas (impressionantes) feitas de chocolate por artistas incríveis. No final, na parte mais interessante, não é possível fotografar, pois as fotos são cobradas. A “degustação” de chocolate derretido em mini copinhos é melhor que a maioria, mas ainda assim é um pouco superestimada demais pelos vendedores.

Planalto

A Ana Paula, uma das donas da empresa, foi uma das únicas que retornou meu e-mail pedindo uma visita pela empresa. Ela foi super fofa e mostrou estar completamente por dentro do mundo dos chocolates. Também nos convidou para visitar a fábrica, mas, infelizmente, não deu tempo.

A loja é moderna, clean, grande e linda. Com embalagens de ótimo gosto e um sorvete muito bom. Foi uma das minhas visitas favoritas.

Prawer

A Clarissa, relações públicas da Prawer, também retornou meu e-mail. Porém, infelizmente, ela estava ocupada demais para nos atender no horário que marcamos. Uma pena!

A loja é, com certeza, a mais bonita que visitei (isso por dentro, pois por fora é bem discreta). Muito elegante e tradicional, afinal de contas é considerado o primeiro chocolate oficial de Gramado. As embalagens são requintadas, e comprei vários presentes.

Fizemos um passeio gratuito pela fábrica, guiados por um “duende”. Achei a visita interessante, apesar de curta, e ganhamos uma degustação no final.

Se não fosse pela recepção tumultuada e pelo atendimento esnobe das vendedoras, a minha visita teria sido bem melhor.

 

Ranking dos três melhores chocolates de Gramado

Nosso teste cego foi feito com os mesmos tamanhos de chocolate, com água e pão entre um e outro e com bastante paciência. O Gabriel fez comigo primeiro e, depois que escolhi meus três favoritos, fiz com ele. Não sei se é o amor, se é o sabor, mas nós dois escolhemos os mesmos chocolates! A única diferença foi entre o segundo e terceiro colocados, quando ele escolheu os mesmos nomes, mas com a ordem trocada.

O critério principal para nossa escolha foi o sabor. A maioria dos chocolates de Gramado possuem essência e aroma de baunilha e isso impacta o produto final de diferentes formas (algumas boas, outras ruins). Não avaliamos nem a aparência, nem a embalagem e nem a consistência.

Os três melhores chocolates de Gramado:

1. Prawer

2. Planalto

3. Gramadense

Conclusão: O Prawer ganhou pra nós dois como o melhor chocolate de Gramado. Já o Planalto venceu em segundo, e o Gramadense, em terceiro na minha opinião (para o marido foi ao contrário).

Se você está curioso para saber mais sobre o Guia de Fornecedores do Blog, é o seguinte… Trata-se de uma ferramenta que estou criando, para todo o Brasil, que te ajudará a encontrar boas indicações perto de você! Fique ligado!

osmelhoreschocolatesdegramado

Super beijo, com sabor de chocolate e terra molhada!

2 thoughts on “Quais são os melhores chocolates de Gramado? | RS”

Deixe uma resposta

Blog da Confeiteira

Gabi Ribeiro tem 33 anos, mora em São Paulo e é cineasta por formação e blogueira por paixão. O blog da Confeiteira tem como principal objetivo compartilhar dicas e trazer novidades fresquinhas para todos os apaixonados por doces.