Calda de caramelo

Eu adoro calda de caramelo e já me enrolei muito ao prepará-la. Uma das minhas características como doceira é o fato de eu querer inventar na hora de fazer uma receita. Muitas vezes acabo seguindo mais minha intuição e aprendo errando. Estou compartilhando isso com você para que, assim como eu, não desista quando algo não der certo na cozinha. Tente, estude, persista e chegue até um resultado final positivo no seu tempo. Não tenho nenhuma vergonha em dizer que tudo o que sei na confeitaria foi por meio de muito esforço pessoal e de muita vontade de superar minhas tentativas anteriores. Uma prova disso é a calda de caramelo, que me deu muito trabalho, mas que agora faço sem grandes problemas. Darei três receitas já testadas para você escolher sua favorita!

Calda de caramelo I

Ideal para: banhar docinhos

Ingredientes

6 Copos de açúcar refinado
3 Copos de água
3 Colheres de sopa de glucose de milho
1 Colher de sopa de vinagre branco

Modo de fazer

Em uma panela, coloque os ingredientes e mexa. Ligue o fogo médio e deixe a mistura lá por cerca de 20 minutos sem mexer.

O ponto vai depender de alguns fatores, como o seu forno e a quantidade dos ingredientes que colocou; se colocar mais ou menos já vai dar diferença. O ponto estará pronto quando ficar com uma cor parecida com o refrigerante guaraná, e você fará o seguinte teste: coloque um pouco de água natural em uma xícara e despeje um pouco da calda dentro. Se fizer um estalo e endurecer, está no ponto! Nesse momento, você precisa ser ágil e já ter ao seu lado os doces que irá banhar. Utilize, principalmente, o Silpat ou um mármore ou alumínio untado para suporte dos doces caramelizados.

Dicas

♥ Não mexa seu caramelo; o máximo que pode fazer – com um pincel – é tirar o excesso na lateral.

♥ Caramelo queimado não serve mais, jogue fora e faça outro! Caramelo mole tem conserto, volte para o fogo e deixe por mais alguns minutos.

♥ A maneira que acho mais fácil para banhar docinhos é pegando um palitinho e passando margarina sem sal nele. Você enfia no docinho e carameliza, depois é só tirar que ele vai sair por conta da margarina. Eu, particularmente, não me dou bem banhando com garfos, mas minha tia adora, então veja qual método você prefere.

♥ Você vai testando o ponto do caramelo. Há quem diga que, em vez de 20 minutos, tenho de deixar 40 minutos, mas não deu muito certo para a minha receita, mas fique atento para não deixar mole.

Calda de caramelo II

Ideal para: servir como acompanhamento, utilizar em sobremesas e caramelizar pipocas.

Ingredientes

340 gramas de açúcar
70 gramas de água (quente)
50 gramas de manteiga sem sal
250 gramas de creme de leite

Modo de fazer

Em uma panela, coloque o açúcar e mexa em fogo médio até dissolver por completo. Cozinhe até a calda ficar com uma cor de caramelo claro. Acrescente a água fervente e mexa (nessa hora você pode achar que deu tudo errado, mas não deu!). Continue mexendo até que a mistura fique sem pedacinhos de açúcar.
 

Desligue o fogo, acrescente a manteiga e mexa. Vá adicionando o creme de leite aos poucos até chegar na consistência desejada (se quiser uma calda mais líquida, adicione mais).

Dicas

 
♥ Você pode aromatizar sua calda com suco de frutas ou bebida alcoólica quando a calda estiver pronta.

Calda de caramelo III

Ideal para: você fazer o caramelo no ponto que desejar!

Ingredientes

100 a 500 ml de água (fervendo)
250 gramas açúcar

Modo de fazer

Em uma panela, coloque o açúcar e mexa até que ele dissolva completamente. Junte a água fervente com o açúcar. Desligue o fogo apenas quando todo o açúcar estiver dissolvido, e a calda esteja no ponto que deseja.

Dicas

 

♥ Para você encontrar as proporções corretas de água e açúcar, utilize a seguinte tática: quanto mais açúcar em relação a água, mais grossa será sua calda.

♥ Com 250 gramas de açúcar você pode chegar até 500 ml de água, dependendo da espessura que deseja!

Sobremesa com calda de caramelo.

 

Para saber mais sobre minhas tentativas, erros e acertos, me siga nas redes sociais!

 

Deixe uma resposta

Blog da Confeiteira

Gabi Ribeiro tem 32 anos, mora em São Paulo e é cineasta por formação, mas Confeiteira por paixão. A ideia do blog surgiu para que ela pudesse compartilhar dicas e sempre trazer novidades fresquinhas para todos os apaixonados por doces.

Load More