Pipoca Caramelada

Eu sou daquelas que acha pipoca salgada sem graça! Só se ela vier cheia de manteiga e queijo, aí posso pensar em me entregar. O fato é que sou apaixonada por pipoca doce desde criança e  já fiz vários tipos na minha casa. Algumas receitas deram certo, outras não. Essa receita que vou passar para vocês deu bem certo e encantou até minha querida avó!

Pipoca doce caramelada

Tempo total de preparo: 15 minutos
Nível de dificuldade: baixo
Rendimento: depende muito do quanto quer deixar a pipoca caramelada, mas digamos que serve bem quatro pessoas.
Ideal para: comer assistindo filme e usar para decorar sobremesas
Calda de caramelo

Ingredientes

340 gramas de açúcar
70 gramas de água (fervendo)
50 gramas de manteiga sem sal
250 gramas de creme de leite

Modo de fazer

Em uma panela, coloque o açúcar e mexa em fogo médio até dissolver por completo. Cozinhe até a calda ficar com uma cor de caramelo claro. Acrescente a água fervendo e mexa (nessa hora você pode achar que deu tudo errado, mas não deu!). Continue mexendo até que a mistura fique sem pedacinhos de açúcar. Nessa hora você pode se desesperar e recorrer a minha tática nada profissional e coar a calda se estiver com pressa (para todos os efeitos eu nunca escrevi isso).

Desligue o fogo, acrescente a manteiga e mexa. Vá adicionando o creme de leite aos poucos até chegar na consistência desejada (se quiser uma calda mais líquida adicione mais). Espere esfriar e junte com sua pipoca pronta.

Pipoca Simples

Escolha uma panela alta, de tampa firme e não muito grossa. Coloque 1 xícara de milho para pipoca e jogue por cima quatro colheres de sopa de óleo (pode substituir por manteiga sem sal derretida). Movimente bem a panela para o óleo ter contato com todo o milho. Deixe os milhos um do lado do outro e não amontoados. Caso prefira, pode aquecer um pouco o óleo antes de colocar o milho, mas eu não costumo fazer assim.

Coloque a panela em fogo médio com a tampa fechada. De vez em quando mexa a panela (pegando no cabo ou nas laterais caso seja seguro). Espere a maioria das pipocas estourarem (nem sempre todas estouram antes de alguma queimar) e deligue o fogo. Retire a tampa somente depois de parar de escutar barulhos de estouro. O ideal é que todas as pipocas estejam bonitinhas e formadas, mas nem sempre isso é uma realidade, então nada de frustração aqui. O cuidado maior é para que nenhuma pipoca queime, então foque nisso!

Faça sua pipoca quando a calda já estiver pronta e fria. Misture a pipoca e a calda com a ajuda de uma colher de silicone.

Faça a pipoca como desejar. Você pode até preferir a de microondas natural, mas não é a melhor opção.

 

Dicas

♥ Você pode fazer 2 xícaras de milho ao invés de 1. A diferença será a quantidade de calda nas suas pipocas.

♥ As quantidades de pipoca e calda sempre podem variar. O ideal é que você defina a quantidade de pipoca e, dependendo do modo que quer sua pipoca, dose a quantidade de calda depois (muito caramelo ou pouco).

♥ Não demore para comer ou servir a pipoca depois de pronta, pois pode ficar borrachuda.

♥ Você pode utilizar essa calda de caramelo em diversos outros doces.

♥ Para uma pipoca doce cuja textura é mais densa, coloque menos creme de leite; para ficar mais leve, coloque mais.

♥ Se quiser dar um toque especial, aposte em flor de sal.

 

Você já me segue nas minhas redes sociais? Eu sou estabanada, mas sou legal. No meu SNAPCHAT (aconfeiteira), de vez em quando, posto receitas em tempo real!

Tirei algumas fotos dessa pipoca doce querida! Vejam também essa matéria de pipocas gourmets.

Espero que você tenha curtido a receita dessa Pipoca Calameluda!

Deixe uma resposta

Blog da Confeiteira

Gabi Ribeiro tem 32 anos, mora em São Paulo e é cineasta por formação, mas Confeiteira por paixão. A ideia do blog surgiu para que ela pudesse compartilhar dicas e sempre trazer novidades fresquinhas para todos os apaixonados por doces.

Load More